2.2.17

Resenha - A Garota do Calendário #4, Audrey Carlan.

Autora: Audrey Carlan
Título: A Garota do Calendário - Abril
Ano: 2016
Páginas: 160
Editora: Verus
Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... O cliente de abril é o astro do beisebol Mason Murphy, de Boston, que precisa de Mia a seu lado para melhorar sua imagem com os patrocinadores. Mason não está acostumado a ouvir “não” de mulher alguma, e Mia vai representar o desafio supremo para ele.

Em A Garota do Calendário – Abril iremos viajar até Boston e conviver com um jogador de beisebol convencido e como não poderia deixar de ser lindo!!!

Mia irá passar um mês com Mason um jogador pegador e convencido do seu charme. Logo de cara ele já deixa claro que o lugar dela nesse mês é na cama dele. Mia logicamente já coloca na cabeça que com esse convencido não terá nada mesmo.

Com sua carreira ameaçada Mason precisa da ajuda de Mia para que seus patrocinadores não o abandonem. Mia se prepara para desempenhar seu papel novamente e é quando ela conhece Rachel uma mulher que não tem ideia da própria beleza, mas Mia sendo Mia percebe os olhares que ela lança a Mason. Rachel tenta se manter por trás da fachada profissional o tempo todo e em vários momentos falha.

Nesse livro o lado sexual fica por conta de outros personagens e não por Mia, o livro tem suas cenas hot, mas ao mesmo tempo é doce e reflexivo, como Mia ter a ideia de um evento em prol do câncer de mama para homenagear a já falecida mãe do Mason. O pai e irmãos de Mason também aparecem e quem nos encanta mesmo e a sobrinha dele, uma fofinha.

Esse livro foi um pouco diferente dos demais porque percebemos que Mia é realmente uma amiga e está também em busca de realização pessoal, não apenas de sexo louco e desenfreado. Não que eu seja contra haha. Enfim não tem muito o que eu falar para vocês desse livro se estender demais vira spoiler e perde a graça para vocês. Leiam e se aventurem com Mia nesse dessa vez em Boston.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© BLOG PÉROLAS LITERÁRIAS- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por MK DESIGNER E LAYOUTS