5.1.17

Resenha - Deus do Submundo, Gisele Souza.

Autora: Gisele Souza
Título: Deus do Submundo
Trilogia: Deuses #2
Ano: 2016
Páginas: 300
Editora: Independente
Resenha: Deus do Rock

O amor seria capaz de suportar a maldição do tempo?
Desde o início dos tempos, deuses e imortais foram presenteados com poderes capazes de incitar guerras e vencer os fios do destino. Três irmãos foram fadados aos maiores poderes que a humanidade já havia visto. Seriam seres divinos e indestrutíveis se não fosse a ganância pelo poder.
Com a alma marcada pelo sangue dos condenados, Hades, o deus do submundo, viveu sua vida cercado de escuridão e maldade. Traído por seu irmão, que lhe tirou tudo, até mesmo a única mulher que amou, o príncipe das trevas jurou vingança e a buscou a qualquer custo.
Capaz de fazer o que precisasse, a cada ato de maldade ele manchava ainda mais sua alma para alcançar seu objetivo de destruir Zeus. Cego pelo orgulho, aguardava a chegada de sua mulher que estava a caminho do inferno para libertá-lo. Só que Hades era um homem muito rancoroso para aceitá-la de volta.
Com a ameaça de Cronos pairando sobre suas cabeças, Hades precisará juntar forças para destruir qualquer um que se interpuser em seu caminho.
O segundo livro da trilogia trará uma história de poder, força, amores, mágoas e muita mitologia grega.

Primeiramente preciso começar a resenha com um UAU gente!!!! Nesse segundo livro da Trilogia Deuses Gisele Souza conseguiu mesclar tudo na medida certa, mas não é surpresa alguma após Deus do Rock.

"Meu nome é Hades, sou filho de Cronos e Reia. Um ser temido, venerado, derrotado e castigado. Em minhas veias correm lavas de ódio e em meu coração só me resta a dor. Não tenho sentimentos bons, sou o príncipe das trevas, sou o rei das sombras, sou o deus do submundo."

Com esse trecho acima apresento a vocês Hades, o Deus do Submundo, amaldiçoado por Zeus a comandar e permanecer no submundo, Hades é proibido de viver sua imortalidade da maneira que quer. Mesmo contra sua vontade com o passar dos séculos Hades encontra forças nas dores que causa nas almas amaldiçoadas que chegam ao inferno.

Sem esperança de sair do submundo Hades vive um dia de dor após o outro até que encontra uma brecha na maldição que Zeus lhe lançou e sai do submundo para o mundo mortal. Em uma dessas saídas ele conhece Yasmin, uma mulher de beleza única e uma alma tão pura que aquece seu coração escuro.

Ao se conhecerem e iniciarem um lindo romance Hades sente que enfim está vivendo. A relação de amor puro dos dois gera frutos e desse amor nasce o filho do casal, Adriano. Hades enfim tem tudo o que sempre sonhou, uma mulher linda para amar e um filho que é seu próprio coração. Mas nem tudo pode ser tão simples assim e Zeus descobre sua desobediência e separa a família jogando novamente Hades no submundo sem chance de fuga, e jogando uma maldição em sua família. Com a maldição Yasmin foi obrigada a esquecê-lo a única forma de quebrar a maldição era com um amor puro, mas Yasmin não quebra a maldição e não se lembra de Hades deixando assim o Deus do Submundo amargurado e acreditando que a mulher a quem amou com tudo o que a de bom e ruim em seu ser não o ama com a mesma intensidade.

Com o passar dos anos Hades se conformou em não fazer parte da vida de seu filho e Yasmin, e vive amargurado com isso dia após dia. Até que Apolo rompe a maldição e Yasmin pode ir em busca de seu amor, mas o que ela encontra no submundo é um Hades totalmente diferente do que ela esperava encontrar. Hades acredita que Yasmin o esqueceu pela maldição de Zeus e que ela não lembraria dele se não fosse por Apolo e ele promete fazê-la pagar por cada instante de dor que ele sentiu ao estar separado da outra metade de sua alma.

Lutando com o amor e ódio que sente por Yasmin, Hades ainda precisa recuperar a chave do tempo e derrotar Cronos antes que a humanidade seja aniquilada.

Nesse livro conheceremos mais de Adriano que foi apresentado em Deus do Rock e eu torço muito, muiiitoooo para Gisele escrever um livro para ele ❤. Viu Gi? Por favorzinho não esquece do Adri e da um amor único e perfeito para ele.

Durante a leitura de Deus do Submundo é possível perceber a criação e preocupação da Gisele com a mitologia grega. Tudo é escrito de forma a não confundir o leitor e mesmo os mitos criados pela própria autora casam de forma perfeita com os mitos originais compondo assim um livro rico em detalhes. Eu sou fascinada por história de todo tipo, mas a grega tem um pedacinho do meu coração ♥.

Hades é muito diferente de Apolo então não vão achando que encontrarão de primeira um Deus apaixonadíssimo. Hades tem um mundo de dor e ódio para curar antes de aceitar Yasmin e seu amor novamente. Ele é sombrio e não esconde que na dor dos outros ele encontra sua força, mas mesmo assim é impossível não amá-lo.

Eu indico muito a vocês esse livro assim como indiquei Deus do Rcok. Agradeço a Gisele por ter nos presenteado com essa trilogia apaixonante.


Um comentário

  1. Que lindeza de resenha! Muito feliz que se apaixonou por esse herói duvidoso também, Sá! Obrigada de coração por todo carinho que tem com meu trabalho. Não sabe a alegria que sinto. Beijinhos no coração.

    ResponderExcluir

© BLOG PÉROLAS LITERÁRIAS- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por MK DESIGNER E LAYOUTS