9 de dezembro de 2016

Resenha - Tipo Destino, Susane Colasanti.

Autor: Susane Colasanti
Título: Tipo Destino
Ano: 2013
Páginas: 288
Editora: Novo Conceito

Lani e Erin são melhores amigas, embora não tenham muito a ver uma com a outra. Lani é uma taurina tranquila e Erin é a impetuosa leonina. Uma adora Astrologia (e outras artes adivinhatórias também) e ficar em casa; a outra gosta de pessoas e baladas. Suas preferências — incluindo pizzas e meninos — são bastante diferentes, ou eram, até que Erin começou a namorar Jason…
Assim que Lani conheceu o namorado de Erin, sentiu uma enorme conexão com ele. Uma sensação de que já se conheciam a vida toda. E, apesar de acreditar que ele sentia o mesmo, ela sempre soube que Jason estava fora de cogitação, afinal, ele era quem ele era!
Ela decidiu ignorar seus sentimentos. Não importava o quanto quisesse ficar perto de Jason, nada a demoveria da ideia de se manter distante dele.
Então, Erin viajou durante todo o verão…

Comecei a leitura desse livro com as expectativas em alta, aliás, como sempre porque sou uma eterna otimista. Adoro um romance como bem sabem não é? Infelizmente Tipo Destino não me cativou tanto assim. Foi o primeiro livro que li de Susane Colasanti e não foi uma boa opção de leitura.

Lani e Erin são melhores amigas, com muito pouco em comum. O que as amigas têm em comum é a fascinação pela Astrologia. Elas são – Lani principalmente – obsecadas no futuro e no que ele reserva. Lani como eu é do signo de Touro, mas não me identifiquei em nada com ela.

Lani não poderia imaginar que ao conhecer o namorado de Erin, Jason iria se identificar com ele de uma maneira assombrosa. Eles são muito parecidos em quase todas as coisas que fazem. Lani é a favor da natureza e da reciclagem e Jason após Lani lhe mostrar os benefícios de se preservar o planeta também adere à causa.


Blake é o melhor amigo de Lani e é gay ele esconde isso de todo mundo menos de Lani em quem confiou seu segredo. Esconde até do próprio pai que não aceitaria um filho gay. Sinceramente Blake foi um dos personagens que mais gostei e foram bem poucos.

Erin e Jason estão namorando e apesar de saber que não deve Lani não consegue parar de pensar que Jason é sua alma gêmea, mas ela não pensa em fazer nada a respeito disso. Na infância as duas amigas sofreram um grave acidente no qual Erin salvou a vida de Lani. A garota se sente em dívida com a amiga, fato que Erin não a deixa esquecer. A dita melhor amiga Erin faz uso desse senso de obrigação que Lani tem para com ela e força a garota a tomar decisões que ela não deveria tomar.

Erin então resolve passar o verão fora e a atração que Lani e Jason sentem vêm à tona de vez.

Achei Lani muito focada em não magoar a amiga e em adivinhações do futuro o que achei cansativo durante a leitura. E mais cansativo ainda foi ela mudar de opinião a cada momento. Em um segundo ela assume que Jason é sua alma gêmea e que gosta dele para logo em seguida mudar de ideia novamente.

Achei Jason fofo, mas não foi um mocinho que tenha me empolgado. Achei que ele demora muito a tomar decisões.

Erin é a típica garota que acha que tudo e todos têm que estar sempre a sua volta.

Temos alguns outros personagens, mas nenhum que tenha marcado a minha leitura e que vá ficar na minha memória.

Para quem quer um livro basicamente adolescente é esse sem dúvida. Então se estão pensando em ler dêem uma chance. Não deixem que minha opinião não muito favorável impeça vocês.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Pérolas Literárias - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo