13 de dezembro de 2016

Resenha - Por Isso a Gente Acabou, Daniel Handler.

Autor: Daniel Handler
Título: Por Isso a Gente Acabou
Ano: 2012
Páginas: 368
Editora: Cia das Letras

Por isso a gente acabou trata, com a comicidade típica do autor, de uma situação difícil pela qual todos um dia irão passar: o fim de uma relação amorosa e toda a angústia, tristeza e incerteza que essa vivência pode gerar. Min Green e Ed Slarteron estudam na mesma escola e, depois de apenas algumas semanas de convívio intenso e apaixonado, acabam o namoro.
Depois de sofrer muito, Min resolve, como marco da ruptura definitiva, entregar ao garoto uma caixa repleta de objetos significativos para o casal junto com uma carta falando sobre cada um desses objetos e do episódio que ele representou, sempre acrescentando, ao final, uma nova razão para o rompimento. Essa carta é o texto de Por isso a gente acabou, que é, assim, carregado de um tom informal e tragicômico - características da personagem - e traduz com um misto de simplicidade e profundidade a história de uma separação.
Imerso neste universo adolescente, o leitor conhecerá a divertida personalidade de Min, uma garota apaixonada por filmes cujo sonho é ser diretora de cinema, e as idas e vindas deste romance, desde o dia em que os dois conversaram pela primeira vez até o instante em que tudo acabou. A artista Maira Kalman, autora de diversas capas da revista The New Yorker, ilustrou cada um dos objetos da narrativa, trazendo cor e descontração a esta história dolorida.

Começamos o livro sendo apresentados a Min (apelido de Minerva). É ela quem narra toda a história em uma carta muito criativa destinada ao seu ex, Ed Slaterton, co-capitão do time de basquete da escola.

Min sonha em ser uma grande diretora de cinema e tudo, ou a maior parte do que ela fala, remete a uma fala de um filme.

Ed e Min são duas pessoas totalmente opostas, muito diferentes. No decorrer da narrativa conhecemos os sentimentos de Min e passamos a dar boas risadas com suas tiradas irônicas. A carta têm várias ilustrações, coisas que ao longo dos dois meses de namoro Min foi guardando. Duas tampinhas de garrafas, ingressos, coisas desse tipo.

Na caixa ela coloca tudo isso e escreve uma imensa carta explicando cada coisa que ali se encontra e também explicando o porquê eles acabaram.

Não tinha como ficar indiferente à leitura desse livro. Ri muito em várias passagens, pois Min era hilária em algumas partes.


O final não era uma surpresa, mas ainda assim foi legal de ler. Deixou várias perguntas sem respostas para mim. Adorei a forma como Handler escreveu esse livro, só senti falta de conhecer melhor o Ed, mas talvez aí esteja a graça da coisa.

O livro me fez pensar se duas pessoas tão diferentes poderiam dar certo… não sei e ainda tenho minhas dúvidas. Quando não se tem nada em comum com o parceiro (a) fica difícil saber.

Para quem não sabe, esse livro é escrito pelo mesmo escritor da saga Desventuras Em Série.

Vou dar um tempo e correr para ler essa série; ainda não tinha me interessado, mas gostei da escrita de Handler e vou pegar Desventuras em Série assim que possível.

Recomendo o livro para todas as idades, qualquer pessoa pode ler. O livro é bem engraçado e adoraria ver a reação de Ed ao receber a caixa e ler a carta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Pérolas Literárias - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo