8 de dezembro de 2016

Resenha - A Jornada,

Autor: Erin E. Moulton
Ano: 2011
Páginas: 200
Editora: Novo Conceito

Grandes coisas estão prestes a acontecer na casa dos Maple. A mãe vai ter um bebê,o que significa que agora haverá quatro irmãs Rittle em vez de apenas três. Mas quando a bebê Lily nasce prematura e não pode vir do hospital para casa, Maplesabe vai até ela para salvar sua irmã. Então, ela e Dawn, armada com um mapa e alguns restos do jantar, descem rio abaixo e atravessam uma montanha para encontrar a mulher sábia que pode conceder milagres. Agora é não apenas a sobrevivência de Lily que eles têm que se preocupar, mas também a sua própria. Os perigos que Maple e Dawn encontram em sua jornada as fazem perceber uma ou duas coisas sobre milagres - e sobre elas mesmas.

Uma linda história com toques de verdade e realidade, amamos nossas famílias e por eles fazemos tudo. Leiam o que as irmãs Rittle fora capazes de fazer por amor ao mais novo membro da família.

Fugir de casa em busca de um milagre, foi isso o que as irmãs Rittle, Maple (9) e Dawn (11) fizeram para salvar sua irmã recém-nascida Lily (lembrando que as irmãs Rittle são apenas crianças.). Juntam suas forças para encontrar a cura para Lily, passam por maus bocados e enfrentam perigos na sua crença de que precisam de uma cura, não qualquer cura, a cura da Mulher Sábia somente ela poderá salvar a vida de sua irmãzinha.

Ri e chorei com essa leitura (ando sensível). As brigas silenciosas são muito engraçadas. E a luta delas para encontrar a Mulher Sábia é emocionante, essas meninas passam por medo, dor e confusões no decorrer do livro.


Eles caminham, como predadores, um de cada lado da clareira, e fechando o cerco. Meu coração bate forte contra o chão, e tenho certeza de que Dawn está sentindo a mesma coisa. Duas coisas muito importantes passam pela minha cabeça. A primeira é que eles realmente acreditam que Dawn é um bicho, e eles vão atacar pra matar quando a alcançarem. E, segundo, é que se eles a encontram e veem que é uma garota sozinha e não um animal, ela vai estar encrencada do mesmo jeito.

Passam por tudo isso é no final descobrem que nunca ouve uma “água milagrosa” o que existe de real e tangível é o amor que elas sentem uma pela outra e por sua família, isso faz a mágica na vida dos Rittle.

E pouco depois, lá está Lily, virando o rostinho para nós, com os olhos abertos, claros e brilhantes, olhos azuis das irmãs Rittle. A linha do monitor salta e, por um momento, acreditei que tivéssemos falhado novamente, mas um segundo depois ele pula outra vez, e outra e outra…

Esse livro nos faz pensar em nossos irmãos, eu tenho 3 e somos unidos, faria qualquer coisa por eles acho que amar é isso amor incondicional sempre e para sempre.

Gostei do final do livro. A história é linda e mais que recomendada, com uma leitura fácil, o livro fluiu bem o que contribuiu para que o lesse rápido. Não esperem nada de sobrenatural a mágica que tem no livro é toda e simplesmente a mágica do amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Pérolas Literárias - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design
imagem-logo